HOME


15/06: DIA MUNDIAL DE CONSCIENTIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA - FMJ REALIZA PALESTRA GRATUITA

por Assessoria de Comunicação FMJ - Jornalista Responsável - Claudia Mello - MTB – 28.835 em 11/06/2019 17:19:12
 

 

No sábado, 15 de junho, foi instituído que será o dia mundial dedicado a Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. A data, instituída pela Organização Mundial de Saúde (OMS)  e visa sensibilizar a sociedade em prol do combate à violência contra idosos e a disseminação do entendimento da violência como violação aos direitos humanos. O objetivo é garantir o envelhecimento de forma saudável, tranquila e com dignidade.

O geriatra e professor, Dr. José Eduardo Martinelli, estará na Faculdade de Medicina de Jundiaí, no dia 15 de junho, sábado, às 9h, falando sobre o assunto. Palestra Gratuita e sem necessidade de inscrição prévia.

Mas que tipo de violência contar o idoso existe?

Físico - Qualquer comportamento que inflija dor física sobre a pessoa idosa: empurrões, golpes, queimaduras, administração de medicação de forma abusiva, entre outros.

Psicológico - Qualquer ação que provoque dano psicológico na pessoa idosa: intimidar, infantilizar, humilhar, ameaçar, insultar, chantagear, desmoralizar, isolá-lo, retirar-lhe a reforma, entre outros.

Sexual - Qualquer contato sexual não consentido com a pessoa idosa.

Exploração material ou financeira - Uso abusivo de fundos, propriedades ou bens da pessoa idosa: uso, venda ou transferência de dinheiro, assinatura forjada em cheques e outros documentos financeiros /legais.

Abandono - Abandono da pessoa idosa por parte de quem tem a responsabilidade legal de lhe prestar cuidados.

Negligência - Omissão ou ineficácia na satisfação das necessidades básicas da pessoa idosa: não procurar acompanhamento médico, não prestar uma alimentação adequada, não prestar cuidados de higiene, entre outros comportamentos.

Dados do Ministério da Justiça e Cidadania apontam que 77% das denúncias são por negligência. 51% por violência psicológica. 38% por abuso financeiro e econômico ou violência patrimonial. 26% por violência física e maus tratos.

Qualquer pessoa pode identificar maus tratos contra idosos, seguem alguns exemplos:

Idoso confuso, mas que família ou cuidador alega estar “esclerosado”; Doenças facilmente controláveis, mas que não melhoram por falta de tratamento adequado; Mostrar sinais depressão ou de ansiedade; Demonstrarem medo diante certas pessoas; Tornarem-se passivos e muito submissos e muitos outros que serão apresentados no próximo sábado.

 

Compareça. Palestra Gratuita e sem necessidade de inscrição prévia.

 
 
 
     
Faculdade de Medicina de Jundiaí - Copyright © 2019 - Todos os Direitos Reservados